Para que é usada a Alfafa? Ela ajuda você a perder peso? É bom para a sua pele? Responderemos a todas as suas perguntas e muito mais nesta postagem do blog.

Introdução sobre a alfafa

Também conhecida como lucerna e Medicago sativa, a alfafa é conhecida por suas propriedades curativas em muitas partes do mundo.

Embora a alfafa faça parte da família das leguminosas, é considerada uma erva devido aos seus muitos benefícios à saúde.

As pessoas também chamam de ‘a erva curativa’ e ‘ouro verde’.

Você pode usar muitas partes desta planta, como folhas, brotos e sementes, até as raízes são consideradas úteis.

Vamos ver por que essa planta é considerada tão importante por muitos no mundo.

Então sente-se e relaxe, talvez tome um café. Está prestes a ficar interessante!

1 – Ajuda na perda de peso

Alfafa foi provada para ajudar as pessoas a perder peso.

A natureza desintoxicante da alfafa pode ajudar qualquer pessoa a ter uma vantagem quando se trata de perda de peso.

A alfafa ajuda a manter os níveis de açúcar sob controle, ajudando o corpo a absorver menos colesterol no intestino, permitindo assim controlar melhor nossos esforços de perda de peso.

Uma menor absorção de colesterol resulta em níveis mais baixos de triglicerídeos na corrente sanguínea, o que ajuda a acumular menos gorduras ao longo do tempo.

A alfafa também ajuda a diminuir o colesterol “ruim” conhecido como lipoproteína de baixa densidade ‘LDL’ e aumentar o colesterol “bom” conhecido como lipoproteína de alta densidade ‘HDL‘.

Tudo isso ajuda a controlar seus efeitos de perda de gordura de uma maneira muito melhor.

Além disso, a alfafa contém grandes quantidades de proteínas e fibras alimentares, o que ajuda ainda mais na perda de peso.

2 – Ajuda no combate à ansiedade

 

Alfafa ajuda a acalmar os nervos e atua como um sedativo natural.

Este efeito tranquilizante no sistema nervoso ajuda a combater o transtorno de ansiedade e a depressão.

Esta é uma das razões pelas quais o chá de ervas de alfafa foi usado desde a antiguidade para regular a saúde, acalmar os nervos e combater distúrbios de saúde mental.

Os efeitos da alfafa para melhorar o humor são conhecidos há muito tempo na China e no mundo.

Apenas uma xícara de chá de alfafa por dia é suficiente para ajudá-lo a combater a ansiedade e outros transtornos do humor.

Tomar chá de alfafa a longo prazo também pode ser útil e sem efeitos colaterais envolvidos.

3 – Ajuda no controle dos níveis de pressão arterial

Altos níveis de pressão arterial podem ser muito prejudiciais ao organismo se não forem tomados a longo prazo.

Apenas um pouco de alfafa por dia tem um efeito calmante que pode ajudar a controlar a pressão sanguínea no corpo.

A alta concentração de alcalóides na alfafa ajuda na redução dos níveis de açúcar no sangue e também na redução da pressão arterial.

4 – Controla sangramento excessivo

A alfafa contém uma alta quantidade de vitamina K, que ajuda a promover a coagulação, também conhecida como coagulação do sangue.

A perda excessiva de sangue pode ser um grande problema em alguns.

Com alfafa, problemas como hemorragias nasais e sangramento uterino podem ser ajudados de maneira não prejudicial.

A vitamina K da alfafa não só ajuda na coagulação do sangue, mas também é benéfica para a saúde e a longevidade do fígado.

A vitamina K também ajuda no armazenamento adequado de carboidratos e em outras funções corporais importantes.

5 – Alfafa ajuda no controle dos níveis de açúcar

Isso é especialmente útil para pessoas que sofrem de diabetes.

Como todos sabemos que o diabetes pode realmente limitar a vida de uma pessoa, a ansiedade constante dos níveis de açúcar na insulina pode ser um pouco frustrante.

Isso pode ser ajudado com a alfafa, pois ela contém uma grande quantidade de alcalóides, o que a torna útil no controle dos níveis de açúcar no sangue.

Os aspectos diuréticos da alfafa também ajudam a controlar ligeiramente os níveis de glicose.

6 – Alfafa ajuda a rejuvenescer seu corpo

Alfafa tem sido usada para rejuvenescer o corpo por um longo tempo.

Os efeitos calmantes e tranquilizantes não apenas ajudam com ansiedade e depressão, mas também podem ajudá-lo a se sentir rejuvenescido.

Um pouco de alfafa por dia pode ajudá-lo a se sentir mais calmo e relaxado.

A natureza desintoxicante da erva ajuda a limpar os órgãos.

Isso ajuda seus órgãos a trabalharem melhor e a elevar seu humor, fazendo você se sentir rejuvenescido.

7 – Alfafa ajuda a prevenir envenenamento do sangue e reumatismo

A intoxicação por sangue é uma infecção grave.

Isso acontece quando as bactérias entram na corrente sanguínea.

Alfafa pode ajudar a prevenir esta condição.

A alfafa também pode ajudar na artrite reumatóide.

Ela contém minerais essenciais que parecem estar faltando nas pessoas com artrite mais comum. Ao obter o suficiente desses minerais, as pessoas sentem uma redução na dor.

8 – Aumenta a imunidade

Cerca de 80 – 90% do nosso sistema imunológico é baseado em nosso intestino.

Um bom sistema imunológico funcional é importante para uma vida saudável.

Muitas vezes, temos um sistema imunológico hiperativo com alfafa; esse problema pode ser controlado até certo ponto.

Comer alfafa regularmente pode aumentar a resposta do nosso sistema imunológico.

Com uma resposta imune aumentada, podemos combater melhor as doenças.

Embora seja aconselhável não comer alfafa em grandes quantidades, pois pode causar hiperatividade do sistema imunológico.

9 – Ajuda a tratar os sintomas da menopausa

A alfafa contém três tipos de hormônios que podem combater os sintomas da menopausa.

Coumestrol, genisteína e biocanina são os três fitoestrógenos que podem combater os efeitos da menopausa.

A alfafa também ajuda a combater as ondas de calor, secura vaginal, suor noturno, osteoporose pós-menopáusica e baixos níveis de estrogênio, que são tão comuns após a menopausa.

10 – Alfafa previne doenças cardíacas

Apenas na Índia, mais de 10 milhões de casos são relatados a cada ano para arteriosclerose.

A arteriosclerose é um acúmulo de gordura, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias.

A alfafa tem uma alta quantidade de antioxidantes que ajudam na prevenção da arteriosclerose.

A alfafa também é um anticoagulante natural.

Ela também contém rutina, que é um bioflavonóide, ou pigmento vegetal que acredita-se fortalecer os vasos sanguíneos.

11 – Previne ITU

Os efeitos diuréticos da alfafa ajudam a prevenir a infecção do trato urinário, impedindo que bactérias como a E. coli se liguem à uretra ou à bexiga.

A alfafa também é famosa por aumentar o fluxo de urina e ajuda a prevenir distúrbios renais, como a retenção de água.

Também ajuda a remover toxinas dos rins e regular o fluxo de urina.

12 – Ajuda a prevenir o câncer

O câncer mata centenas de milhares de pessoas a cada ano. Ao usar a alfafa, você pode reduzir o risco de câncer em alguns graus.

A alfafa contém canavanina, um aminoácido não proteogênico.

A canavanina é conhecida por ajudar a prevenir o câncer.

A alfafa também é conhecida por ajudar na ligação de agentes cancerígenos no cólon.

Os agentes cancerígenos são compostos que causam câncer, portanto a alfafa ajuda a eliminar esses compostos do corpo.

13 – Remove toxinas

Alfafa ajuda a alcalinizar o corpo, especialmente o fígado.

A alfafa tem a capacidade de reabastecer vitaminas e reservas minerais do fígado.

A vitamina K é uma delas armazenada no fígado e nos tecidos adiposos. A vitamina K, que é uma vitamina lipossolúvel, é encontrada em grandes quantidades na alfafa.

Essa vitamina vai direto para o fígado e ajuda o corpo a coagular o sangue.

A alfafa pode ser encontrada em quase todas as receitas tônicas de limpeza do fígado, já que foi comprovado que produz um grande impacto.

A alfafa também pode limpar o trato digestivo e remover substâncias cancerígenas, o que ajuda ainda mais no processo de desintoxicação.

Após a desintoxicação, você pode notar menos odor corporal ao suar e nas fezes.

14 – Trata problemas digestivos

Todos sabemos o quanto é importante ter um bom sistema digestivo funcionando.

Um sistema digestivo saudável é a chave para uma saúde ideal. A alfafa contribui de várias maneiras para ajudar no processo digestivo.

É bem conhecido por tratar problemas digestivos, como gastrite, úlceras estomacais, indigestão, inchaço, náusea etc.

A alfafa também é cheia de prebióticos, principalmente frutooligossacarídeos.

Os prebióticos são necessários para o seu corpo funcionar corretamente.

Os prebióticos alimentam os probióticos (boas bactérias) em seu intestino, ajudando-os a fazer um trabalho melhor para apoiar sua saúde.

Os probióticos ajudam você com uma série de processos no intestino, como Produzir ácidos graxos de cadeia curta (AGCCs), combater bactérias ruins como a candida, elevar o humor e também ajudar a digerir sua comida.

A alfafa também contém uma infinidade de enzimas que ajudam a quebrar uma variedade de componentes alimentares. Estes incluem lipase, que ajuda a quebrar as gorduras.

Amilase que decompõe carboidratos, como açúcar e amido. Também possui protease, uma enzima importante que ajuda a quebrar as moléculas de proteína.

Alfafa também é carregada com potássio. Atualmente, a maioria das pessoas tem deficiência de potássio. O potássio ajuda na retenção de água encontrada no corpo, também ajuda na digestão.

Ele também tem propriedades diuréticas e ajuda na regularidade da digestão, o que pode ajudar especialmente aqueles que sofrem de constipação regularmente.

15 – Controla o colesterol

Um nível saudável de colesterol pode trazer muitos benefícios à saúde a longo prazo, como proteção contra doenças cardíacas, ataques cardíacos e derrames.

Bons níveis de colesterol também significam função hormonal equilibrada de testosterona, estrogênio, androgênio, progesterona e DHEA.

O colesterol também é necessário para o corpo sintetizar a vitamina D, que desempenha um papel crítico em todos os sistemas do corpo, incluindo ossos, absorção mineral, tônus ​​muscular, produção de insulina, fertilidade, imunidade, nervos e crescimento adequado.

O colesterol também atua como um forte antioxidante no corpo e ajuda a proteger contra os danos dos radicais livres nos tecidos.

Um estudo em que 15 pacientes receberam 40 gramas de sementes de alfafa 3 vezes ao dia nas refeições durante 8 semanas.

Eles observaram uma redução do colesterol plasmático de 7,69 para 6,33 mmol / l, o que corresponde a uma diminuição de 18%.

Eles também viram uma queda de 26% no colesterol total e uma queda de 30% no colesterol LDL (lipoproteína de baixa densidade).

Alfafa pode ser adicionada à sua dieta para ajudar a controlar os níveis de colesterol, principalmente os níveis de LDL.

16 – Contém sílica

A sílica tem muitos benefícios à saúde, alguns deles incluem.

Formação óssea, todos sabemos o quão importante é a formação óssea saudável ao crescer.

Durante o final da adolescência e o início dos anos 20, quando os ossos estão crescendo, tomar suplemento de sílica pode ajudar a promover a síntese de ossos saudáveis ​​e mais fortes.

Embora esse efeito possa ser observado principalmente no crescimento de ossos, suplementar com alfafa pode ajudar a manter os ossos em um estado saudável.

A sílica também pode ajudar a proteger do envelhecimento e da demência.

Pensa-se que o silicone ajude a proteger o corpo da acumulação de alumínio.

Um estudo mostrou que níveis mais altos de sílica na água podem ajudar a reduzir o risco de demência em até 11%.

Os níveis de silício no corpo diminuem com a idade e uma deficiência de sílica pode levar à degeneração dos ossos, vasos sanguíneos e tecidos conjuntivos.

Estes sintomas são geralmente vistos em pessoas idosas.

A suplementação com alfafa pode ajudar a manter seus níveis de sílica altos, o que pode reduzir o risco de demência e outros possíveis problemas de saúde causados ​​por baixos níveis de sílica.

Se a perda de cabelo for o seu problema, a alfafa é para você.

A alfafa contém sílica, conhecida por retardar o processo de perda de cabelo e ajuda na prevenção da calvície.

 

As vitaminas da alfafa melhoram a circulação sanguínea no couro cabeludo e fornecem antioxidantes aos folículos capilares. A proteína da alfafa também incentiva o crescimento saudável do cabelo.

Em suma, sabe-se que a sílica na alfafa ajuda em muitas condições de saúde, pequenas e médias.

17 – Minerais

A alfafa é rica em vários minerais e oligoelementos.

Contém cálcio, que é muito importante para construir ossos saudáveis ​​e manter uma comunicação saudável entre o cérebro e outras partes do corpo.

O cálcio também ajuda a manter o ritmo cardíaco saudável, a função muscular e muito mais.

Alfafa é rica em ferro. Todos sabemos como o ferro é importante para as funções diárias do corpo.

O ferro é um mineral vital para as funções apropriadas da hemoglobina, uma proteína necessária para transportar oxigênio no sangue.

O ferro também desempenha um papel em uma variedade de processos importantes no corpo.

A falta de ferro pode levar a uma série de graves problemas de saúde, incluindo anemia por deficiência de ferro.

A alfafa tem muitos outros minerais, como o potássio, necessário para equilibrar a retenção de água no organismo. Também ajuda nas contrações musculares e é importante para o coração funcionar bem.

O magnésio é outro, muitas pessoas são deficientes em magnésio. Este mineral é importante na manutenção de ossos saudáveis ​​e para evitar a osteoporose.

O magnésio também ajuda com outros problemas, como diabetes, saúde do coração, enxaquecas, síndrome pré-menstrual e também aliviar a ansiedade.

Você pode ver todos os minerais que a alfafa contém e a quantidade necessária diariamente no gráfico abaixo.

18 – Proteínas

A alfafa é conhecida por seu alto teor de proteínas, embora se aplique apenas ao feno de alfafa e ao concentrado de pó de alfafa.

Ele também fornece todos os aminoácidos essenciais que são necessários para o corpo.

Aminoácidos como arginina, alanina, ácido aspártico, cisteína, ácido glutâmico, glicina, histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, prolina, serina, treonina, tirosina e valina.

Estudos mostram que a alfafa tem a capacidade de inibir o crescimento de vírus como o herpes simplex.

A L-canavanina, um aminoácido não proteico, encontrado nas folhas e raízes da alfafa, demonstrou ter propriedades antivirais e ser eficaz no controle de leucemia e células cancerígenas em estudos com animais.

Você pode ver a tabela de perfis de proteínas e aminoácidos abaixo.

19 – Vitaminas

A alfafa é uma erva rica em vitaminas que contém um monte de vitaminas diferentes que são essenciais para o seu corpo.

Ele contém muitas vitaminas, como a vitamina K, essencial para a coagulação do sangue, mas também para a saúde e longevidade do fígado.

A vitamina C também era conhecida como ácido L-ascórbico, um forte antioxidante que ajuda a reduzir o risco de doenças crônicas.

Moléculas antioxidantes da vitamina C também estimulam o sistema imunológico e ajudam a evitar danos causados ​​pelos radicais livres.

Vitamina A, que é um termo genérico para um grupo de moléculas lipossolúveis. A vitamina A é essencial para muitos processos corporais.

Alguns deles incluem visão saudável, desenvolvimento adequado de bebês no útero e funcionamento adequado do sistema imunológico e órgãos.

A alfafa também contém outras vitaminas, como folato, riboflavina, tiamina, ácido pantotênico, niacina e vitamina B6.

Você pode encontrar o gráfico que mostra o número de vitaminas em alfafa abaixo.

20 – Previne a pele seca

A pele seca pode ser um grande problema para pessoas que sofrem de acne e espinhas.

O uso de cremes com extrato de alfafa pode ajudar a combater os efeitos de poluentes e irritantes no ar.

Provou-se que os antioxidantes da alfafa funcionam na pele seca e áspera.

Esses antioxidantes também são conhecidos por acalmar a pele. Eles também podem trabalhar para tornar a pele opaca mais brilhante.

A alfafa também contém vitamina E, que é conhecida por oferecer benefícios revitalizantes e antienvelhecimento.

Adicionando este ingrediente rico em antioxidantes ao seu regime de manhã e à noite para obter uma pele lindamente hidratada todos os dias.

21 – Ajuda a manter a pele brilhante e saudável

Todos sabemos o quão poluído e tóxico o ambiente está se tornando nos dias de hoje, adicionando nossa vida estressante do dia a dia à mistura piora as coisas.

Todo esse estresse faz nosso corpo envelhecer mais rápido do que o que é considerado normal.

Isso despertou interesse em pesquisa e desenvolvimento antienvelhecimento, para criar métodos para revitalizar a pele contra danos extrínsecos e intrínsecos.

É aqui que entra a alfafa. Foi realizado um estudo no qual um soro anti-envelhecimento contendo alfafa produziu uma melhora significativa nas rugas faciais.

Alfafa fez isso com deposição de fibrilina-1. A fibrilina é uma glicoproteína essencial para a formação de fibras elásticas.

Isso provou que, se um soro contendo alfafa for aplicado na pele, ele poderá ter um efeito significativo na redução de rugas.

Quando se trata de pele brilhante, a alfafa ajuda a reduzir o estresse oxidativo na pele e a reduzir os mucopolissacarídeos, que são conhecidos por serem os principais culpados quando se trata de deixar a pele seca e sem brilho.

Você pode reduzir esses marcadores de estresse e ajudar a sua pele a parecer muito mais jovem e saudável com o uso de alfafa.

22 – Funciona como limpador

Esclarecimento, Embora tenhamos discutido os benefícios que obtemos usando a alfafa para desintoxicar o corpo, a limpeza e a desintoxicação são duas coisas diferentes.

Limpeza significa limpar o corpo todo, geralmente isso é feito com suplementos e pílulas para eliminar as substâncias diretamente.

Uma limpeza também se concentra apenas no trato digestivo.

Por outro lado, um programa de desintoxicação apoia os processos naturais de eliminação de toxinas do corpo.

Os benefícios de limpeza da alfafa são algo que todos desfrutam.

Tomar apenas uma colher de chá de alfafa com água com o estômago vazio é suficiente para começar a ter um efeito de limpeza.

Você pode começar a ver mais resultados em duas semanas com dor reduzida de artrite, digestão melhorada com limpeza adequada de todo o corpo.

Com a alfafa, o sistema digestivo, especialmente o microbioma, começa a trabalhar com muito mais eficiência.

Esse efeito de limpeza é realmente útil para qualquer pessoa com problemas digestivos, jovens ou idosos.

23 – Pode aumentar seus níveis de energia

Com sua alta concentração de proteínas, a alfafa é capaz de ajudar a fornecer muita energia.

Também possui vitaminas e minerais suficientes para ajudar os órgãos a produzir mais energia e trabalhar com mais eficiência.

A alfafa também fornece energia para as bactérias intestinais com seu conteúdo de fibras.

Essas bactérias, por sua vez, produzem ácidos graxos de cadeia curta (SCFAs), que podem fornecer de 5 a 8% das necessidades diárias de energia.

Todos esses fatores ajudam a elevar sua produção de energia e também ajudam a manter mais energia por mais tempo.

Você pode começar a ver a diferença dentro de uma semana após a suplementação com alfafa.

24 – Ajuda a prevenir a osteoporose

Ter baixa vitamina K estimula a perda óssea em mulheres na menopausa e pós-menopausa.

Em um estudo, 71 mulheres na pós-menopausa e 24 mulheres na menopausa que estavam recebendo terapia de reposição hormonal (TRH) verificaram seus níveis de vitamina K.

ElAs estavam recebendo cálcio, vitamina D e calcitonina (um hormônio que inibe a reabsorção óssea).

Os pesquisadores descobriram que sem a vitamina K, a osteocalcina (que é uma das principais em proteínas de colágeno nos ossos) não pode ser sintetizada. Isso afeta o metabolismo ósseo.

Existem dois tipos de vitamina K no corpo. K1 e K2.

Os estudos mostraram que os pacientes que sofreram fraturas devido à osteoporose frequentemente apresentavam baixos níveis sanguíneos de vitamina K1

A alfafa é uma daquelas ervas que é rica em vitamina K, mas principalmente na vitamina K1.

25 – Ajuda com problemas renais

A alfafa é freqüentemente usada para problemas renais, como problemas de bexiga e próstata.

Também é usado para aumentar o fluxo de urina em pessoas com pedras nos rins.

O efeito diurético da alfafa também ajuda com problemas como a retenção de água, que pode levar a muitos outros problemas de saúde quando os rins não estão funcionando adequadamente.

A alfafa também ajuda a prevenir a infecção do trato urinário (ITU), conforme discutido acima.

26 – Ajuda com insônia e distúrbios do sono

Sabemos como um distúrbio do sono pode arruinar o dia e até uma semana.

Ter distúrbios crônicos do sono pode levar à névoa cerebral, baixa energia, fraqueza geral e embotamento.

O chá de alfafa pode ajudá-lo a combater esses distúrbios.

Sabe-se que os efeitos calmantes e tranqüilizantes da alfafa também têm um efeito positivo nos distúrbios do sono e na insônia.

Alfafa acalma o sistema digestivo e ajuda a acalmar o corpo da maioria das irritações.

27 – Alafafa é um antiasmático

A asma é uma condição na qual as vias aéreas de uma pessoa ficam inflamadas, estreitam e incham.

Eles também produzem muco extra, o que dificulta a respiração.

Como a alfafa ajuda esse problema é ajudá-lo a controlar a inflamação no corpo.

Menos inflamação é igual a menos constrição, o que resulta em um efeito asmático menor.

Obter mais ar para passar pelas vias aéreas é de suma importância para qualquer pessoa que tenha um ataque asmático.

A suplementação com alfafa pode ajudar a reduzir os efeitos da asma e a controlar melhor a inflamação.

28 – Efeito anti-inflamatório

Há evidências crescentes de que a inflamação sistêmica está associada ao aumento do risco de doenças crônicas, como doenças cardiovasculares, câncer e resistência à insulina.

O mecanismo pode incluir citocinas pró-inflamação que amplificam a atividade inflamatória.

Em um estudo, o extrato de acetato de etila de brotos de alfafa foi usado para inibir a inflamação induzida por lipopolissacarídeos em camundongos.

Os ratos foram alimentados com tubo de 25 mg / kg de extrato de acetato de etila derivado de alfafa.

Após uma semana de resultados de alimentação por tubo, o grupo que recebeu extrato de acetato de etila reduziu significativamente os níveis séricos de TNF-α, IL-6 e IL-1β às 9 horas após o desafio com LPS (lipopolissacarídeo).

A pesquisa concluiu que o extrato de alfafa pode suprimir a produção de citocinas pró-inflamatórias, aliviar os riscos inflamatórios agudos.

29 – Alfafa ajuda a controlar o diabetes

Diabetes é um distúrbio quando a função de secreção de insulina é alterada, o que resulta em hiperglicemia.

Um pouco foi estudado quando se trata de controlar o diabetes com tratamentos não farmacológicos, mas um estudo mostra os efeitos positivos da alfafa no diabetes.

Consumir alfafa pode ajudar a diminuir a insulina se você tiver uma condição diabética.

A pesquisa mostrou que consumir 40 gramas de alfafa em cada refeição diariamente pode ajudá-lo a controlar seus níveis de insulina.

Também foi observado que a alfafa reduz a lipoproteína de baixa densidade LDL e aumenta a lipoproteína de alta densidade HDL, o que tem um efeito positivo no controle dos níveis de insulina e diabetes.

Alfafa causa estimulação da secreção de insulina.

A alfafa também reduz os níveis de glicose no plasma, melhorando a condição diabética.

30 – Alfafa ajuda a reconstruir fígado danificado

O fígado é um dos órgãos mais importantes do corpo humano.

Ajuda a desintoxicar produtos químicos e também ajuda a metabolizar drogas.

Como metaboliza esses produtos químicos, secreta a bile que acaba no intestino, o que ajuda a digestão e absorve as vitaminas lipossolúveis.

Nosso fígado também produz proteínas importantes para a coagulação do sangue e outras funções.

O fígado é verdadeiramente uma planta de desintoxicação em nosso corpo.

Sendo um órgão tão importante no corpo, muitas vezes é negligenciado e não é cuidado.

Os antioxidantes da alfafa demonstraram ajudar a tratar danos no fígado, combinados com seu efeito diurético, que ajuda a controlar a retenção de água e a passar toxinas mais rapidamente.

Sendo um alimento rico em antioxidantes e com fitoestrogênio, a alfafa também ajuda a controlar o estado de redução-oxidação (redox), o que pode levar a vários distúrbios hepáticos.

Efeitos colaterais da alfafa

A maioria das pessoas nunca parece ter efeitos colaterais ao tomar alfafa, mas algumas podem causar.

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que você pode notar com a suplementação de alfafa podem ser:

A sensibilidade ao sol é um dos efeitos colaterais mais comuns ao consumir muita alfafa.

Recomenda-se não tomar muita alfafa durante a gravidez ou a amamentação. A alfafa contém fitoestrogênio, que pode afetar a gravidez e até a amamentação, se tomado em grandes quantidades.

Se você sofre de doenças auto-imunes, como esclerose múltipla (EM), lúpus (lúpus eritematoso sistêmico, LES), artrite reumatóide (AR) ou qualquer outro distúrbio auto-imune, é melhor perguntar primeiro ao seu médico antes de tomar alfafa.

Condições sensíveis ao hormônio, como câncer uterino, câncer de mama, câncer de ovário, miomas uterinos e endometriose. A alfafa também pode afetar essas condições, agindo como hormônio feminino estrogênio. Se você tiver alguma condição que possa ser afetada negativamente pela exposição ao estrogênio, é melhor consultar o médico primeiro.

A alfafa também pode causar rejeição de órgãos. Há um relato de rejeição de transplante renal, após três meses de uso de alfafa. À medida que a alfafa estimula o sistema imunológico, ela pode interagir com um medicamento anti-rejeição como a ciclosporina e torná-lo menos eficaz.

 

Conclusão Sobre a alfafa

 

Uma dose geral de 5 a 10 gramas de erva seca tomada 3 vezes ao dia pode ser usada como tratamento para o colesterol alto e para controlar a lipoproteína de baixa densidade LDL.

Ao tomar apenas 5 a 10 gramas de alfafa todos os dias, você pode começar a ver benefícios positivos para a saúde.

Com todos os efeitos positivos da alfafa, é facilmente uma das melhores ervas a considerar.

Também é bom considerar o clorofibra.

O clorofibra contém 10% de pó de alfafa pura a cada porção; isso é bom o suficiente para uso normal se você consumir clorofibra duas vezes por dia.

Adicionar um pouco de alfafa pode trazer muitos benefícios positivos para a saúde a longo prazo.

Qual foi a utilidade deste post?

Clique em uma estrela para classificá-lo!

Leia também:

Astrágalo: 8 benefícios para a saúde, dosagem e efeitos negativos

Erva Cidreira: Benefícios e Como Utilizar

Maca Peruana: Benefícios e Como Usar